OS POEMAS
Ela embala-te para momentos relaxantes, é poesia para os teus ouvidos

Solar

(António Canteiro)

Não sei se pinto o mar a óleo / a guache, a pastel 

Sei apenas que pinto a azul / O agitar das ondas

 A branco as bolas de espuma 

Da mistura de laranja e amarelo /Pinto ao longe o horizonte

Da mesma cor da chama / Que te arde no peito

Ao longe a bambolear-se sereno / Pinto o barco erguido nas águas

Da mesma cor do céu / Em cima, nas núvens, a voar

Pinto o cinza das gaivotas

Da mistura de laranja e amarelo /Pinto ao longe o horizonte

Da mesma cor da chama / Que te arde no peito

Deixo o branco / Que é a cor do papel

Para a areia da praia

Podes ouvir o tema "Solar"